O que é lean management?

Após a Segunda Guerra Mundial, o Japão passou por um período de reconstrução. Foi durante esse período que um executivo da Toyota desenvolveu o Lean Management — também conhecido como Sistema Toyota de Produção.

No post de hoje vamos falar mais sobre o Lean Management, quais são seus benefícios e como sua aplicação pode ser feita nas empresas. Confira agora mesmo!

Afinal, o que é Lean Management?

É uma abordagem de gestão empresarial, também chamada de gestão enxuta, que tem como filosofia principal a redução de desperdícios e maior agilidade nos processos. Essa gestão implica em uma mudança de mentalidade com relação à forma em que as atividades são realizadas e acaba trazendo algumas mudanças profundas, no que diz respeito ao conhecimento existente sobre os processos.

Essa filosofia é voltada para a redução de custos e tempo, melhora da produtividade, simplificação de processos, além de se preocupar em reduzir os desperdícios. Nesse caso, além do desperdício de dinheiro, o desperdício de tempo com atividades que não somam valores também é avaliado.

Quais são os benefícios da gestão enxuta?

Quando aplicada, os benefícios são os objetivos já citados acima: redução de custos, aumento da produtividade e a eliminação de etapas que não favorecem o produto ou serviço oferecido ao cliente. Além disso, ela ajuda a melhorar os layouts, de forma a fazer com que atividades relacionadas sejam executadas próximas umas às outras, desenvolvendo um sistema de abastecimento adequado e ainda estimulando a melhoria contínua.

Assim, os processos são sempre avaliados, para verificar uma possível redução de custos, aumento da produtividade, redução dos desperdícios e aumento do compartilhamento das informações. A busca pelo aumento da qualidade entregue ao cliente também é colocada em evidência.

Como essa abordagem pode ser implantada nas empresas?

É importante ressaltar que qualquer empresa pode aplicar o conceito de Lean Management em seus processos, tornando a empresa enxuta. Contudo, para que isso seja feito, primeiramente, é necessário estar disposto a quebrar paradigmas de como as atividades são realizadas. Por isso, a divulgação e a conscientização dos funcionários são fundamentais.

Depois disso, é hora de avaliar os processos. Nesse momento, é fundamental entender como a empresa transforma seus produtos e/ou serviços em valor para os clientes. Quando esse valor é estabelecido — sob a ótica do cliente — é hora de mapear os processos e avaliar quais etapas são desnecessárias ou não agregam valor para o consumidor.

Ou seja, o foco deve estar em evitar desperdícios, que podem ser: superprodução, excesso de tempo de espera, inventários desnecessários, gargalos no transporte, entre outros. De um modo geral, essa filosofia busca a obtenção dos materiais corretos, no local correto, na quantidade necessária, sempre buscando evitar perdas ou acúmulo. Para isso, é preciso estar aberto a mudanças e deixar os processos mais flexíveis.

Como podemos ver, o Lean Management pode ser aplicado em qualquer empresa que deseja melhorar seus processos e evitar desperdícios. Basta que os envolvidos estejam abertos a mudanças — e que os processos sejam revisados, para uma melhoria contínua.

Por se tratar de uma quebra de paradigmas, a aplicação da gestão enxuta pode parecer complicada, mas os benefícios podem ser percebidos em curto prazo e muitas vezes não necessita de grandes investimentos.

Já conhecia o Lean Management? Sua empresa realiza a gestão enxuta?

Comente suas experiências conosco!

0 Comments

Leave a Comment